furlanetto-odontologia-especializada-blog62.png

O número de pacientes que necessitam de tratamento odontológico clínico ou cirúrgico, em ambiente hospitalar e sob anestesia geral é grande. Os procedimentos extensos e complexos justificam o atendimento odontológico acompanhado por uma equipe multiprofissional, qualificada e com infraestrutura hospitalar.

Enumeramos abaixo os procedimentos que geralmente são realizados em ambiente hospitalar:
1 – Grandes enxertos ósseos para viabilizar a fixação de implantes dentários.
2 – Tratamento das fraturas dos ossos da face.
3 – Cirurgia ortognática.
4 – Tratamento de grandes lesões patológicas.
4 – Reconstruções após remoção de tumores.
5 – Clientes com intolerância a anestésicos locais.
6 – Procedimentos em crianças não colaborativas.
7 – Clientes portadores de necessidades especiais com extensa limitação física, mental, emocional ou médica que impeça o tratamento em ambiente de consultório.

No caso de tratamento odontológico infantil, o odontopediatra pode contar com grande variedade de técnicas de controle no condicionamento. Essas estratégias muitas vezes têm se mostrado insuficiente para a conclusão da terapêutica em criança muito medrosas, ansiosas e pouco colaboradoras. A anestesia geral é mais um recurso seguro para o controle do comportamento de pacientes difíceis com resultado imediato. As grandes vantagens são a possibilidade de realizar uma série de procedimentos odontológicos em um curto período de tempo, facilita o trabalho do dentista e evita possíveis acidentes durante os procedimentos.

Antes da internação, é necessário uma avaliação médica pré-anestésica e exames complementares (sangue, urina, radiografia, tomografia). Além disso, a recuperação é rápida e na grande maioria das vezes ele pode ser liberado no mesmo dia.

O médico anestesiologista é o responsável pela anestesia geral, controlando a ansiedade do paciente antes da anestesia com medicação apropriada, monitorando os sinais vitais, gases e hidratando-o adequadamente durante o tratamento no centro cirúrgico. O paciente fica inconsciente e não terá qualquer desconforto ou lembrança do procedimento.

Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Entre em contato para que possamos te ajudar!

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99896-8025 WhatsApp

furlanetto-odontologia-especializada-blog61.png

A perda de um único dente pode fazer muita falta: afeta a capacidade mastigatória, a dicção e, claro, altera por completo a estética do sorriso, causando um impacto negativo na autoestima. Infelizmente, muitas pessoas são vítimas da falta de um ou mais dentes.

Ao longo dos tempos, as próteses dentárias vem sofrendo muitas modificações. Hoje, elas são praticamente indistinguíveis dos dentes naturais e uma alternativa esteticamente perfeita, e muito segura, para corrigir a perda dos dentes é o implante dentário.

O implante dentário são pinos de titânio – material compatível com gengiva e osso – semelhantes a um parafuso, posicionados, por meio de cirurgia, no osso maxilar (dentes da arcada superior) e no mandibular (dentes da arcada inferior). Tem o objetivo de substituir as raízes do dente, onde será apoiada a coroa (prótese), ou a parte visível do dente.

Os implantes se integram ao osso e, desse modo, permanecem fixos, o que viabiliza o retorno das funções essenciais do dente.

Em alguns casos, quando o paciente apresenta uma perda óssea acentuada, há necessidade de ‘preencher’ o osso para dar mais suporte ao implante. Nesse panorama, é realizado o processo do enxerto ósseo, no qual pode ser utilizado osso do próprio paciente ou um biomaterial de origem suíça (bioss) e totalmente seguro.

O melhor disso é que, imediatamente após a cirurgia de implante, o paciente já pode sair com a prótese colocada, ou seja, com dentes novos. São as chamadas próteses de carga imediata, ou temporárias, que após algum tempo são substituídas.

Essa técnica é feita, onde o tratamento dentário pode ser realizado em um único dia, sem atrapalhar a vida corrida do dia a dia dos pacientes. Utilizamos técnicas inovadoras, cirurgião-dentista altamente capacitado e uma infraestrutura diferenciada, que propicia conforto e relaxamento, enquanto os procedimentos são realizados.

O paciente pode optar pela realização do implante dentário com sedação, de forma que ele permanece relaxado, sem sentir qualquer dor ou incômodo, durante todo o procedimento. A técnica é bastante segura e assistida por médico anestesista.

Os implantes podem ser realizados em adultos, jovens após a formação óssea e pessoas com idades mais avançadas.

Não adie mais o sonho de ter um sorriso saudável e bonito. Os implantes dentários são a possibilidade de transformar sua saúde, propiciar bem-estar e melhorar a autoestima.

Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Venha conhecer mais!

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99896-8025 WhatsApp

furlanetto-odontologia-especializada-blog60.png

O procedimento também é indicado para pacientes com necessidades especiais. Tudo é feito de uma só vez, com vários especialistas trabalhando em conjunto.

Um alívio para pacientes e familiares. Assim pode ser descrito o novo tratamento odontológico realizado pela Furlanetto Odontologia em ambiente hospitalar, com anestesia geral, para pacientes especiais com síndromes de Down e de Rett, paralisia cerebral, esquizofrenia e autismo, entre outros.
O procedimento também é indicado para pessoas com fobia de dentista ou que tenham um quadro de saúde que exija mais atenção, como os cardíacos que fazem uso de muitos medicamentos. O trabalho é realizado por uma equipe multidisciplinar, formada por cirurgiões dentistas e um médico anestesista.
O objetivo é realizar o tratamento odontológico completo de uma só vez com a máxima segurança, conforto e dignidade para esses pacientes. Ele conta que uma paciente optou pelo tratamento no hospital, com anestesia geral, depois de ter adiado por dez anos a extração de um dente do siso, devido à sua fobia de procedimento cirúrgico.

Pacientes especiais

No caso de pacientes especiais, a internação se faz necessária porque, no consultório, eles não respondem aos comandos dos profissionais, têm dificuldade para respirar, ficam agitados e, muitas vezes, não abrem a boca. A solução é submetê-los ao tratamento odontológico com internação hospitalar e anestesia geral. Enquanto eles dormem tranquilamente, os profissionais fazem restaurações, raspagem na gengiva e profilaxia, com aplicação de selante e flúor, ou seja, uma reabilitação oral completa. Tudo com o acompanhamento de um médico anestesista.
O tratamento odontológico no hospital leva de duas a três horas e inclui desde procedimentos simples, como restauração, limpeza e aplicação de flúor, até os mais complexos como implante, tratamentos estéticos e de canais. A internação é feita no Hospital, e o diagnóstico é feito com antecedência, por meio de raio-x.

Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Para maiores esclarecimentos e um atendimento individualizado entre em contato:

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99896-8025 WhatsApp

furlanetto-odontologia-especializada-blog59.png

O que é implantodontia?
Implantodontia é uma especialidade da odontologia que visa reconstruir uma parte do dente por meio de um implante. Esse implante é instalado cirurgicamente dentro do osso da mandíbula e/ou maxilar.
Esse tipo de procedimento, também conhecido como implante osseointegrado, utiliza parafusos de metal titânio. Ele acaba funcionando como um substituto para a raiz natural do dente. Ele atua na manutenção da prótese dentária – ou coroa – no local certo.
Com a implantodontia é possível fazer a reabilitação de um ou mais dentes ausentes. Os implantes podem dar suporte para diversos tipos de próteses entre fixas ou removíveis.
O objetivo principal dessa especialidade é devolver as funções essenciais dos dentes que, eventualmente, tenham sido afetadas devido à ausência, como a mastigação e fonética.
Mas, é claro que a implantodontia também se encarrega de cuidar da questão estética perdida. Ela ajuda a restaurar a harmonia do sorriso e promover no paciente a melhora de sua autoestima.

O que faz um implantodontista?
Como vimos anteriormente, o principal papel da implantodontia é a reabilitação oral. Para isso, um implantodontista promove um estudo individualizado do paciente. Ele emprega um conjunto de técnicas específicas para cada caso.
Existem diversos tamanhos, comprimentos e larguras de parafusos – ou implantes-, que são escolhidos de acordo com a anatomia do paciente.
Para se certificar sobre qual é o melhor procedimento a ser adotado, o cirurgião dentista deve fazer uma investigação detalhada. Para isso, ele conta com o auxílio de exames de imagem como radiografias e/ou tomografia computadorizada da região.

Quem pode fazer um implante dentário?
O implante dentário é indicado para quem recebeu o diagnóstico de extração da raiz ou para quem já removeu essa parte do dente por algum motivo. A reconstrução da raiz é recomendada até para os casos em que o dente definitivo simplesmente não nasceu.
Um implante pode ser realizado de forma imediata, logo na sequência da extração do dente. Ele também pode ser feito nas situações em que o dente já foi extraído há algum tempo. A diferença entre essas duas abordagens está no resultado estético.
O implante que é instalado logo após a extração do dente oferece, de modo geral, resultados mais satisfatórios. Nesses casos, é possível preservar a anatomia original da gengiva e dos tecidos que envolvem o dente.
Já para os casos em que a extração do dente ocorreu já há algum tempo, pode haver uma consequência estética no momento em que uma prótese for colocada no local. Isso acontece pois o organismo reage reabsorvendo esses tecidos, provocando alterações na parte da gengiva que podemos ver.

Como é feita a cirurgia de implante?
Atualmente, com o uso de técnicas modernas, a cirurgia para a colocação de implantes é feita de forma rápida e segura.
Entretanto, a implantodontia é uma especialidade que demanda paciência no tratamento. As etapas precisam ser bem planejadas para que todos os estágios do procedimento sejam devidamente cumpridos.
O primeiro passo é o planejamento individualizado de acordo com a necessidade do paciente. Para isso são realizados exames de imagens e laboratoriais.
Também é necessário um alinhamento entre o implantodontista e o protesista. O protesista é o responsável pela confecção das próteses que serão colocadas posteriormente sobre os implantes.
De modo simplificado, a cirurgia consiste em abrir a gengiva e instalar, com o auxílio de brocas, os parafusos dentro do osso da mandíbula e/ou maxilar. Depois disso, são dados alguns pontos no local.
Há casos especiais em que não há osso suficiente para a fixação do implante. Aí, então, é necessária a colocação de um enxerto ósseo. Isso acontece devido a um processo chamado “reabsorção óssea”, no qual o osso que estava ao redor da raiz vai se perdendo gradativamente em virtude da ausência do dente.

O procedimento causa dor?
Embora seja desconfortável, todo o procedimento de implantodontia não deve causar dor ao paciente. Há o uso de anestesia local e, em alguns casos, pode-se fazer a sedação consciente.
O processo de cicatrização do implante em volta do osso, ou osseointegração, dura, em média quatro meses. Entretanto, também há casos em que a colocação de uma prótese provisória pode ser feita no mesmo dia. Somente o implantodontista pode avaliar quando e como isso deve acontecer.
Na segunda etapa do tratamento, o cirurgião dentista faz uma pequena incisão no local do implante para conectá-lo com a cavidade oral. Depois disso, é possível começar o processo para moldar a prótese que será colocada sobre o implante.

Como é o pós-operatório na implantodontia?
A recuperação do pós-operatório na implantodontia costuma transcorrer sem complicações. Pode haver um leve inchaço no local durante os primeiros dias. O aparecimento de dor ou desconforto pode ser administrado com o uso de medicações indicadas pelo dentista.
Como qualquer cirurgia, é recomendável que o paciente fique em repouso e evite atividades pesadas nos quatro ou cinco dias subsequentes.
A alimentação neste período também deve ser à base de comidas pastosas para evitar qualquer esforço de mastigação.

Um plano odontológico cobre implantes?
Embora a implantodontia ofereça inúmeros benefícios às funções orais do paciente, a instalação de implantes é considerada também um procedimento estético.
Dessa forma, esse evento não tem cobertura no rol de procedimentos odontológicos previsto pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).
Entretanto, alguns planos odontológico oferecem a cobertura para a implantodontia como diferencial.
Se você estiver precisando realizar um implante dentário, vale a pena se informar e buscar no mercado as opções de planos odontológicos que incluam esse procedimento.

Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Entre em contato para que possamos te ajudar!

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99896-8025 WhatsApp

furlanetto-odontologia-especializada-blog58.png

Existe anestesia geral no dentista? Em que casos é possível utilizá-la? A anestesia geral do dentista é cara?

Diversas dúvidas sobre anestesia geral surgem dos pacientes todos os dias no consultório odontológico. A cadeira do dentista é um ambiente fóbico, assim como o barulhinho do motorzinho dá um arrepio na espinha! Não é verdade?

Então, vamos responder as Top 5 dúvidas sobre este assunto?

1) Existe algum tipo de anestesia geral no dentista?
Sim. Mas é utilizada em algumas condições. A anestesia geral para tratamentos odontológicos é realizada somente em clínicas equipadas para oferecer o suporte básico de vida de profissionais e equipamentos. Geralmente, o hospital é o ambiente mais preparado para este tipo de procedimento.

2) Existe uma opção mais simples de sedação no dentista?
Sim. Existe a opção de sedação consciente com óxido nitroso. Não é uma anestesia geral, mas alivia e muito a ansiedade, a dor e o medo nos diversos procedimentos odontológicos. Leia o post Óxido nitroso: Analgesia inalatória e sedação consciente.

3) Quem necessita de anestesia geral para tratamento no dentista?
Pacientes que irão se submeter a procedimentos cirúrgicos invasivos ou demorados, como a cirurgia ortognática (Leia o post Cirurgia ortognática ou cirurgia bucomaxilofacial: Top Dúvidas! )
Pacientes incapacitados física e/ou mentalmente. Estes costumam ter mais problemas de cáries e periodontites do que o restante da população.
Pacientes com fobia ao dentista. Estima-se que cerca de 4 a 20% da população é incapaz de se beneficiar dos cuidados com a saúde bucal devido à ansiedade e o medo. Mulheres tem 2,5 vezes mais medo de dentista.

4) Qual seria o benefício de um dentista utilizar a sedação ou anestesia geral para tratamento odontológico?
Alguns estudos mostram que o paciente preferiria sedação ou anestesia geral para diversos procedimentos odontológicos. Cerca de 12,4% se submeteriam à sedação ou anestesia geral para ir ao dentista. Cerca 73% destes pacientes perderiam o medo de fazer um canal, por exemplo. Outro achado do estudo é que a chance de realizar um procedimento menos invasivo como tratamento periodontal (limpeza) aumentaria em 4 vezes se realizados com sedação ou anestesia geral.

Em conclusão, este estudo mostrou que há medo e ansiedade significativos tanto na odontologia brasileira quanto na população adulta canadense, por exemplo. Esse medo leva o paciente a evitar tratamentos dentários, comprometendo assim sua capacidade de cuidar da sua saúde bucal. As evidências deste estudo mostram que há necessidade e demanda significativa de serviços de sedação e anestesia para odontologia.

5) A anestesia geral no dentista é cara? Quanto custa o procedimento?
A anestesia geral exige um ambiente hospitalar, equipe multidisciplinar que inclui anestesista, auxiliar de enfermagem e instrumentadores. Estes profissionais e ambientes têm um custo elevado e pode ser bancado pelo SUS e pelos convênios médicos.

Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Venha conhecer mais!

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99896-8025 WhatsApp

furlanetto-odontologia-especializada-blog57.png

O Implante Dentário além de ajudar na parte estética, elevando a autoestima, além de funcionar como um repositor de dentes, para que os movimentos da mastigação e a fala não sejam prejudicadas.

Implante Dentário: Mitos e Verdades

Implante dentário dói?
MITO! implante dentário não dói pois o osso não possui nervos, sem ocasionar a dor então quando o cirurgião dentista chega no mesmo. Muitas pessoas acham que o então o pós-operatório é doloroso, mas isso também é um mito. O cirurgião dentista irá recomendar analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos e o repouso apenas no dia da cirurgia.

Há rejeição do implante dentário?
MITO! O implante dentário é feito com pinos de titânio que é instalado na raiz e colocado uma coroa (dente artificial) sobre ele. Esse metal não sofre nenhum tipo de corrosão quando entra em contato com os tecidos humanos, consequentemente, não sofre rejeição do corpo. Assim a rejeição é praticamente impossível, ocorrendo apenas se o implante não se integra ao osso corretamente por vários motivos como, por exemplo, qualidade ou quantidade óssea; infecção ao redor do implante (causada por bactérias, mas não pelo material do implante). Caso a rejeição aconteça, pode ser feito outro implante no mesmo lugar.

Precisa tomar alguns cuidados depois do implante?
VERDADE! É bom manter uma boa higiene depois de feito o implante dentário, também evitar comer alimentos muito duros. Também é importante sempre consultar o seu dentista.

Fumar prejudica o implante?
VERDADE! Muitas falhas nos implantes ocorrem pois o paciente é fumante, se você for um fumante, por isso é recomendado abandonar o cigarro para que a sua estrutura óssea não enfraqueça e prejudique o implante.

O implante dentário não pode ter nenhum movimento depois de instalado?
VERDADE! Caso aja algum movimento, favor consultar o seu dentista para ver o que pode estar causando a movimentação e como tratar.

Implante dentário causa sensibilidade?
VERDADE! Mas a sensibilidade irá ocorrer apenas se o implante for aplicado próximo a um nervo e pode ser revertida com o tempo.

O implante dói em dias frios?
MITO! O dente não possui nenhuma ligação com o tempo, então caso você sinta dor, consulte um dentista .

Doenças crônicas podem afetar o implante?
Para pessoas que possuem doenças crônicas, que retardem a recuperação dos ossos como, por exemplo, pressão alta ou diabetes é sempre importante que você comente e informe ao dentista pois ele saberá perfeitamente orientar o melhor caminho a ser seguido no tratamento e também os cuidados necessários.

Podemos concluir que implante dentário vai muito além de um sorriso bonito, mas também de uma boa saúde para sua boca. Com os cuidados necessários, materiais adequados e profissionais capacitados o seu implante dentário tem tudo para dar certo e ser um sucesso!

Sempre procure a orientação do seu dentista ou de outro especialista para quaisquer dúvidas que você possa ter com relação à sua condição médica ou ao seu tratamento.

Para maiores esclarecimentos e um atendimento individualizado entre em contato:

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99896-8025 WhatsApp





Giovane Furlanetto – Odontologia Especializada

Entre em contato conosco agora

Agende um horário para avaliação e planejamento de seu atendimento.


EMERGENCIAS

(14) 9.9896-8025



AGENDAMENTO

(14) 3621-6108
(14) 3624-5882



Acompanhe nossas atividades, receba e leia dicas e notícias!



© 2019 Furlanetto Odontologia. Todos os direitos reservados | Agência BiG DESiGENERPolítica de Privacidade e Cookies