Procedimento de Tratamento por implante

furlanetto-odontologia-especializada-blog35-1200x630.png

O tratamento por implantes desenrola-se geralmente em 5 etapas:

• A manutenção do diagnóstico e de planeamento do tratamento
• A intervenção cirúrgica
• A fase de cicatrização
• A fase prostética
• A fase de acompanhamento e cuidados profissionais.

1. A MANUTENÇÃO, O DIAGNÓSTICO E O PLANEAMENTO
Qualquer tratamento dentário começa por um exame aprofundado da boca do paciente para determinar a indicação e a praticabilidade da colocação de implantes. Nesta etapa, é indispensável uma avaliação radiológica para avaliar o volume ósseo disponível. Por vezes torna-se necessário um scanner. Estes elementos são necessários para determinar o plano de tratamento e assim evitar eventuais complicações.

No final do exame, o paciente é informado da opção terapêutica, da duração e do custo do tratamento implantar, assim como dos riscos potenciais incorridos.

2. A INTERVENÇÃO CIRÚRGICA
A colocação dos implantes dentários é feita sob anestesia local e é indolor. A duração da intervenção varia consoante a complexidade da intervenção (número e localização dos implantes, volume de osso disponível…).

3. A FASE DE CICATRIZAÇÃO
Uma vez colocados os implantes, começa a fase de cicatrização. O osso irá reconstituir-se à volta do implante de forma indolor. Esta fase, denominada “osteointegração”, é necessária para suportar a colocação de novos dentes e assegurar uma estabilidade perfeita. Durante este período, pode eventualmente ser colocada uma prótese provisória por razões estéticas.

4. A FASE PROSTÉTICA
No final da fase de cicatrização, o profissional e o protésico dentário fabricam uma prótese (dente artificial) a partir de moldes. Esta prótese é em seguida fixada sobre o implante por intermédio de um pino.

5. FASE DE ACOMPANHAMENTO E CUIDADOS PROFISSIONAIS
Controlos regulares assegurados pelo dentista, assim como uma boa higiene bucodentária, são essenciais para evitar qualquer complicação eventual e garantir a perenidade do implante. Uma manutenção insuficiente pode conduzir a gengivites (inflamação da gengiva) ou a peri-implantites (inflamação dos tecidos à volta do implante).

De notar que diversos fatores próprios de cada paciente podem condicionar o desenrolar do tratamento implantar (estado de saúde, massa óssea disponível, fatores de risco, etc.). Assim, a duração de um tratamento pode variar de três a nove meses (conforme se trate de um tratamento simples ou um tratamento mais complexo).

Notas: Certos casos e técnicas cirúrgicas podem encurtar o tratamento. O seu cirurgião-dentista irá aconselhá-lo em função das suas necessidades.

Para maiores esclarecimentos e um atendimento individualizado entre em contato:

Furlanetto Odontologia Especializada
14 | 3621-6108 – 3624-5882
14 | 99154-8046 WhatsApp





Giovane Furlanetto – Odontologia Especializada

Entre em contato conosco agora

Agende um horário para avaliação e planejamento de seu atendimento.


EMERGENCIAS

(14) 9.9896-8025



AGENDAMENTO

(14) 3621-6108
(14) 3624-5882



Acompanhe nossas atividades, receba e leia dicas e notícias!



© 2019 Furlanetto Odontologia. Todos os direitos reservados | Agência BiG DESiGENERPolítica de Privacidade e Cookies